Sociedade

CICA convoca discussão sobre gravidez precoce

A secretária-geral do Conselho de Igrejas Cristãs em Angola (CICA), reverenda Deolinda Dorcas Tecas, defendeu recentemente, no Huambo, a necessidade de uma discussão mais profunda, por todas as franjas da sociedade, da problemática da gravidez precoce ou na adolescência, de modo a encontrarem-se soluções para se estancar o fenómeno.

OAA responde pedido de patrocínio de Zenu dos Santos

A Ordem dos Advogados de Angola (OAA) avançou recentemente uma lista com vários filiados disponíveis para defender o antigo presidente do Fundo Soberano de Angola, José Filomeno dos Santos “Zenu”, no julgamento adiado para data a designar pelo Tribunal Supremo.

Adolescentes e idosos constituem população

Segundo o Estudo do Dividendo Demográfico lançado, recentemente, em Luanda, para cada 100 angolanos dentro da faixa etária teoricamente activa dos 15 aos 64 anos, estima-se que haja 97,7 por cento dependentes que são crianças com menos de 15 anos ou idosos com 65 anos ou mais. O documento, elaborado pelo Ministério da Economia e Planeamento em parceria com o Fundo das Nações Unidas para a População (FNUAP), define Dividendo Demográfico como o benefício económico que resulta do aumento do rácio entre adultos em idade activa e dependentes jovens, criado pelo declínio rápido das taxas de natalidade, acompanhado por investimentos na educação, saúde e criação de emprego.

Adolescente vítima de “Justiça privada” no Cuito (Bié)

Um adolescente de 17 anos ficou com ferimentos graves por ter sido submetido a torturas durante 24 horas, no bairro Chissindo, província do Bié, sob acusação de furto de um pneu de uma mota de três rodas vulgo “kaleluia”. O facto foi confirmado recentemente à Angop pelo pai da vítima, Domingos Capapelo, afirmando que o menor, que ficou em cárcere privado, foi amarrado e as suas roupas foram queimadas. O adolescente recebeu os primeiros cuidados médicos no Centro de Saúde do bairro Piloto, no Cuito, e devido à gravidade das lesões foi transferido para o Hospital Central do Bié, onde continua em cuidados especializados, na área de cirurgia.

Trabalho de ONG’s continua condicionado

Entidades ligadas ao poder político angolano têm estado a criar Organizações Não Governamentais (ONGs) sem qualquer dificuldade enquanto organizações legítimas deparam com enormes dificuldades burocráticas para se registarem, disse Nuno Dala activista de uma ONG angolana numa crítica que encontra eco em dirigentes de diversas outras organizações.