POR ALEGADA INCOMPETÊNCIA E ABUSO DE PODER

Angolanos no Rio de Janeiro prometem trancar portas do consulado para forçar saída de Mateus de Sá Miranda

A comunidade angolana no Rio de Janeiro está do avesso. Ela tenciona encerrar, a cadeado, o Consulado Geral de Angola naquele Estado brasileiro manifestar o seu descontentamento relação de Mateus de Sá Miranda naquela missão diplomática.A contestação dos funcionários daquela missão diplomática à gestão de Mateus de Sá Miranda “contaminou”, agora, a comunidade, que reprova o trabalho que tem sido desenvolvido por aquele consulado.

Os funcionários estão a meio ano sem os seus ordenados, mas – sustenta uma fonte deste jornal – no passado dia 25 de Maio, Dia de Africa, o cônsul geral de Angola no Rio de Janeiro, Mateus de Sá Miranda, deu uma “festa de arromba”, em Copacabana, por ocasião da efeméride.

“Se ele já foi exonerado e o ministro das Relações Exteriores tem dificuldade de mandá-lo de volta para Luanda, a comunidade vai manifestar-se e encerrar o consulado. Assim exprimiremos o nosso descontentamento face à incompetência do ministro e ao abuso de poder e má gestão do cônsul geral de Angola no Rio de Janeiro, Mateus de Sá Miranda”, desabafou um membro da comunidade angolana no Rio de Janeiro em declarações exclusivas a “O Kwanza”.

 

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *