DESPACHO DO TRIBUNAL

General Higino Carneiro está livre de julgamento por corrupção e malversação de fundos

O general Higino Carneiro, que entre outros cargos já exerceu a função de governador provincial de Luanda, já não vai a julganento, segundo informação adiantada esta sexta-feira pela Rádio Nacional de Angola.
De acordo com a rádio pública, um despacho de despronuncia e arquivamento de todo o  processo que envolvia o general na reforma livra-o de qualquer julgamento.
Pesavam sobre  o também deputado do MPLA as acusações de crime peculato, nepotismo, trafico de influência, associação criminosa e branqueamento de capitais entre 2016 e 1017.
Em 2020, viu extintas as medidas de coação que lhe tinham sido aplicadas, através de um acórdão do Tribunal Constitucional.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *