MEDIDAS

França expulsa seis espiões russos “sob cobertura diplomática

Ministério dos Negócios Estrangeiros francês suspeita que os seis funcionários da embaixada em Paris trabalhassem como espiões sob cobertura da embaixada.

A França decidiu expulsar seis espiões russos, funcionários da embaixada russa em Paris, e “cujas atividades provaram ser contrárias aos interesses nacionais”, informou o ministério dos Negócios Estrangeiros francês esta segunda-feira.

“Após uma longa investigação, a Direção Geral de Segurança Interna (DGSI) revelou no domingo, 10 de abril, uma operação clandestina realizada pelos serviços de inteligência russos no nosso território”, afirma a tutela num comunicado citado pela Reuters.

Os espiões estariam a operar sob a cobertura da embaixada em Paris, adiantou o ministério.

O ministro do Interior, Gérald Darmanin, elogiou o trabalho da Direção Geral de Segurança Interna.

“Bravo aos agentes da DGSI que atrapalharam uma rede de agentes clandestinos russos”, escreveu no Twitter. “À sombra, a DGSI zela pelos nossos interesses fundamentais.”

Recorde-se que, na semana passada, França já tinha anunciado a expulsão de 35 diplomatas russos cujas atividades foram consideradas “contrárias aos interesses” do país.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *