EXPOSIÇÃO

“Trabalho de preto” de Nástio Mosquito

Nasio Mosquito

Provocar e confrontar as pessoas com as conotações negativas da expressão “trabalho de preto” é um dos objetivos da exposição do artista angolano que está patente em Lisboa até 15 de fevereiro.

“Trabalho de preto” é o tema central da exposição No.One.Gives.A.Mosquito”s.Ass.About.Trabalho.De.Preto, de Nástio Mosquito, que pode ser vista no Centro de Investigação Artística Hangar, em Lisboa.

O desafio é “falar com todos os pretos loiros, pretos morenos, pretos acromáticos, pretos das redes sociais, pretos com suposta representatividade, pretos que todos os dias acordam com a vontade interior de serem resoluções de problema”, refere o artista angolano.

A exposição integra uma instalação audiovisual composta por nove soundscapes, um programa semanal de sessões áudio intitulado No.One.Gives.A.Mosquito”s.Ass.About.Visions, distribuição de autocolantes e folhetos, performances e colaborações que “podem acontecer de forma mais ou menos espontânea, num projeto que Nástio Mosquito mantém aberto à participação de outros artistas, performers e músicos”, refere nota informativa do Hangar.

Este trabalho de Nástio Mosquito surge na sequência de No.One.Gives.A.Mosquito”s.Ass.About.Us, o universo de trabalho que o artista estreou em maio de 2019, com uma série de performances ao vivo que foi apresentada no âmbito do programa de abertura oficial da 58ª Bienal de Arte de Veneza, então com a derivação No.One.Gives.A.Mosquito”s.Ass.About.Our.Performance.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *