JOÃO PESSOA

Construir um sonho

Tem ideia de quanto tempo precisa para construir um sonho?

O seu sonho, é claro!

Não o meu, esse quem tem de construir, sou eu!

Cada um constrói o seu.

Depois de o construir, para que serve ele?

Só tem uma serventia, vivê-lo!

Há aqueles que nunca vão viver o seu sonho.

São aqueles que têm medo!

Medo de arriscar.

Medo de ousar.

Medo que corra mal.

Medo de ouvir um “não”.

Medo de falhar.

Medo de parecer mal.

Esses, meus amigos, nunca viverão um sonho!

Nem sequer saberão a sensação de que valeu a pena ter vivido a sua própria vida.

Há sonhos que nós queremos muito, e que para nós são gigantes, algo descomunal, e que para os outros, não tem qualquer significado.

Um dos maiores sonhos da minha vida, vivi-o aos 60 anos.

Por razões pessoais que não interessam agora referir, nunca aprendi a nadar. Os meus medos estúpidos, falaram sempre mais alto.

Um dia, em casa de pessoas de família, onde fomos passar férias, a minha mulher e os meus filhos, insistiram para eu ir para dentro da Piscina.

Dei todas as desculpas, inclusive, que não tinha levado calções.

Não, não, isso não, eu trouxe os calções, disse a minha mulher.

Reparem, eu tinha calções de banho por estrear há uns 20 anos…no fundo era um sonho que podia acontecer a qualquer momento…e aconteceu.

Quando acabaram as férias, eu na véspera, não saí da piscina, nem queria jantar! Passei, praticamente, um mês a nadar os dias inteiros.

Essa sensação de ter atingido um “enorme” sonho, não consigo descrever!

E não tenho medo de contar e ouvir aquelas ironias: “isso não é sonho, pá, isso é uma parvoíce!”

Pois é, meus amigos, naquelas férias, a minha vida valeu tanto, que eu aconselho todos a fazer a sua “parvoíce”, que para mim foi um sonho bom!

Não interessa o tamanho do sonho, interessa é construí-lo!

E eu construí mais um para juntar a outros que já tinha construído. Felizmente!

Fonte: Facebook

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *