ESQUECEU-SE DO COMBATE À CORRUPÇÃO

O desencanto de José Eduardo Agualusa em relação ao primeiro discurso de João Lourenço

O presidente da República preferiu, no passado dia 15 de Setembro, o seu primeiro discurso neste novo mandato de cinco ano. E, curiosamente, o combate à corrupção, que esteve em alta no primeiro mandato, foi aflorado de leve, o que mereceu já reações de quem acompanha o processo político angolano.

O escritor José Eduardo Agualusa postou nas redes sociais o seu desencanto com o primeiro discurso de João Lourenço neste segundo mandato.

“Estive a assistir ao discurso de João Lourenço na sua pomposa e ostentosa cerimónia de tomada de posse. Lembrou-me muito o discurso do PR num recente filme angolano, um filme inteligente, surpreendente, maravilhoso, de Ery Clever, chamado “A Nossa Senhora da Loja do Chinês” — o discurso de João Lourenço foi, enfim, um pastiche de um discurso de um presidente da república fictício. Prometeu construir mais hospitais, mais escolas, mais estradas, etc., mas não o ouvi falar no combate à corrupção. Prometeu lutar pela Igualdade de Género, prometeu lutar contra o efeito de estufa, prometeu lutar até contra as queimadas tradicionais. Prometeu continuar a investir nas energias renováveis, prometeu defender os elefantes, os jacarés e os macacos, mas não o ouvi falar no combate contra a corrupção. Falou da sua grande preocupação com os conflitos na Etiópia, com o conflito entre Israel e a Palestina, com a guerra da Ucrânia, mas não disse uma palavra, uma única palavra!, sobre o terrorismo islâmico em Moçambique! E, sim, por incrível que pareça, não falou no combate contra a corrupção!

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *