AUGUSTO TOMÁS

Cadeia de São Paulo: A “Auschwitz” do Deputado (azarado) do MPLA

“(…) O barbeiro para lhe cortar o cabelo foi um Deus nos acuda. (…) As unhas a mesma coisa. Teve que se usar uma “tesoura-alicate” para cortá-las. O corte do cabelo e das unhas só foi autorizado em Dezembro (…) Exercícios físicos também não lhe permitem fazer.  Fica fechado o dia inteiro na cela com cadeado”. Extratos de uma carta-denúncia sobre as “sevícias” e privações pelas quais está a passar o deputado do MPLA, Augusto Tomás, no Hospital Prisão São Paulo. Recebemos, a partir de Cabinda, a referida epístola-denúncia de um familiar bem identificado, mas que pede o anonimato por temer represálias. Eis, a seguir, na íntegra, a referida carta-denúncia:

“Augusto Tomás está preso há 3 anos e 7 meses. Faltam cerca de 5 meses para completar 4 anos (Setembro). Portanto metade da pena já foi cumprida.
Entretanto, com a entrada em vigor do novo Código Penal e do Processo Penal, nos termos da Lei 38/20 e Lei 39/20 de 11 de Novembro, os advogados escreveram para o Tribunal Supremo solicitando a reapreciação da pena, pois foram descriminalizados alguns crimes de  que Augusto Tomás foi condenado. Deu entrada este documento desde Agosto de 2021, até à data há um silêncio tumular da parte do Tribunal Supremo.

Augusto Tomás solicitou assistência médica medicamentosa ao director do Hospital Prisão São Paulo, este disse que não era da sua competência e submeteu o assunto à Direcção Nacional dos Serviços Penitenciários. Desde Setembro de 2021, apesar do director Nacional ter prometido que iria resolver, até aos dias de hoje regista-se um silêncio tumular.

Desde Julho 2021 até este mês de Abril não foi autorizada a assistência médica nem permitida a toma de nenhuma dose de vacina contra Covid-19.
Augusto Tomás não está vacinado contra o Covid.

Desde Julho de 2021, altura em que a mando do TRIBUNAL Supremo, através de um Mandado de Captura ( atípico), pois ele estava sob custódia do Estado, através de guardas prisionais, estava fechado a cadeado e correntes dentro da cela sem apanhar sol, recebendo visita da família restrita (filhos e esposa) 1 por dia por apenas 5 minutos.

Esta situação foi corrigida depois de muitos pedidos e em Dezembro 2021 receberam “Ordens Superiores” para deixa-lo apanhar banhos de sol por 1 hora no quintal, mas a assistência médica até agora está negada.

A Lei diz que quando um recluso cumpre 1/4 da pena, pode, depois de ouvir a penitenciária, requerer saídas prolongadas. Tudo feito, tudo aprovsdo desde Fevereiro/2022 e submetido à Direcção Nacional dos Serviços Penitenciários e Tribunal Supremo. Até agora silêncio tumular.

Os crimes descriminalizados e que por isso tem que haver reapreciação do Acórdão e a pena aplicada tem que baixar: Artigo 36 da Lei3/10 de 29 de Março que foi revogado, Crime de violação das normas do OGE
– crime de recebimento indevido de vantagens (amnistiado).

Quer dizer que há aqui Denegação de Justiça
É Inconstitucional, é contra os Direitos da Pessoa humana. Augusto Tomás não cometeu nenhum crime de sangue.

Querem levar  Augusto Tomás à exaustão para levarem-lhe à morte,  à semelhança do que aconteceu com o falecido Professor Doutor Paulo, Ex PCA do CNC, como os pais do AT que faleceram com depressão e pensamentos.

Por quê que negam JUSTIÇA a Augusto Tomás??!!

Se há problemas pessoais, de vingança, ódio, intrigas, seja o que for e seja quem for não deve utilizar o aparelho do Estado. A luta é desigual.

Até hoje é NEGADA a abertura das contas bancárias de Augusto Tomás para poder sustentar a família, pagar a escola dos filhos, pagar assistência médica e outras despesas

É um sufoco!

Estão a torturar psicologicamente Augusto Tomás. Isto não é combate à corrupção que o PR João Lourenço apregoa. Isto é vingança, é ódio. E quem faz isso a uma pessoa já a MATOU!

Esta pessoa que nós não soubemos quem são nem quantos são, estão a matar aos poucos a família de Augusto Tomás e ao próprio Augusto Tomás. Por quê este castigo??!!
Será que estas pessoas têm filhos, netos, sobrinhos e irmãos??…
Tudo está entregue nas mãos de Deus.

Silêncio tumular dos ex-colegas e amigos falsos. Todos fugiram. Fingem que ele nunca existiu. Esqueceram-se da grande “revolução” que fez no Ministério dos Transportes e das contribuições que deu em todas as eleições em prol do MPLA.

O barbeiro para lhe cortar o cabelo foi um Deus nos acuda. O cabelo bem grande, unhas bem grandes. O corte do cabelo e das unhas só foi autorizado em Dezembro, depois de ter sido reconduzido à cadeia.
Neste momento estamos à espera da licença de saídas prolongadas aos fins de semana, ninguém responde.

Onde está, afinal, o PGR, garante da legalidade? Onde está o Ministério da Justiça e dos Direitos Humanos? Onde está a Provedoria de Justiça? Onde etá a Ordem Advogados?

Até o Joaquim Ribeiro, que foi condenado por crimes de sangue, tinha direito a licenças aos fins de semana. Augusto Tomás não tem por quê, se é de Lei??

Nem material para estudar (computador) para terminar de escrever a Tese de Doutoramento deixam entrar. Exercícios físicos também não lhe permitem fazer.
Fica fechado o dia inteiro na cela com cadeado.
Dizem que são estas as “Ordens Superiores” que receberam.

 

De um parente identificado”

 

 

5 comentários em “Cadeia de São Paulo: A “Auschwitz” do Deputado (azarado) do MPLA”

  1. Vai sai porque Deus é justo e esta a ver tudo .porque ele esta num estado sub humano é desumano. Nem os animais são tratados assim, sem medico ate cortar cabelo e unha? Penso que tb deve ter privação para tomar banho, o sol é importante para a vida de um ser humano , Deus veja a vida deste homem seja la o que ele fez não merece o que esta a coragem família isto vai acabar.

  2. Para terminar o comentario. Eu como tecnica de nutrição sei o quanto é mau um ser humano nao apanhar sol ele é a fonte de vitamina D é atravez do sol que o ser humano fixa a vitamina D como privam o homem de apanhar sol? . É a vitamina D que faz fixar quase uma boa parte dos nuitrientes ,por isso sem sol vem a depressão e outos problemas graves de saúde, deixem o homem apanhar, sol . ate estou com os pelos arrepiados estão a matar o homem .não e justo

  3. Realmente é muito triste ver uma Figura do estado Angola nestas condições, até parece que não foi ninguém, precisa-se ter mais empatia com as pessoas, este hoje é Pai de família, tem filhos pra sustentar, necessidade dos filhos ele precisa suprir, pelos menos abram as contas para suprir as necessidades dos filhos. Hoje já não se acredita na Justiça Angolana, são todos farinha do mesmo saco, As únicas ordens superiores que Angola teria seria apenas dos Órgãos de Justiça, da PGR… Todos precisamos sentir oque este Sr. Está a passar… Deus existe, ninguém é 100% perfeito ao ponto de nunca errar ou cometer e ser julgado dessa forma.

    Que os seres humanos Angolanos tenham piedade deste senhor.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *