UNITA GANHA 1.ª BATALHA NO TC

Declarações de Isaías Samakuva livram Adalberto Costa Júnior de “camisa de onze varas”

O antigo presidente da UNITA, Isaías Samakuva, foi convocado, no pretérito dia 09 de Março, pelo Gabinete dos Partidos Políticos do Tribunal Constitucional para prestar esclarecimentos relativos ao processo de impugnação do XIII congresso interposto por militantes que se opõem à liderança de Adalberto Costa Júnior, apurou “O Kwanza” junto de fonte segura.

Demandado na condição de declarante, Isaías Samakuva fez os esclarecimentos que se impunham, facto que levou o Tribunal Constitucional a julgar, no passado dia 11 de Março, improcedente o pedido de impugnação do XIII congresso da UNITA, realizado em Dezembro de 2021, que reelegeu Adalberto Costa Júnior para o cargo de presidente do maior partido da oposição em Angola.

Entretanto, o site Club-K noticia que o processo de validação do XIII do congresso da UNITA, realizado em dezembro passado, está nas mãos da Juíza do Tribunal Constitucional, Maria de Fátima de Lima de Almeida Baptista Pereira da Silva, esposa do Presidente da CNE, Manuel Pereira da Silva “Manico”.

Maria de Fátima da Silva (Fatinha) é, de acordo com o Club-K, a redatora a quem a Presidente do Tribunal Constitucional, Laurinda Jacinto Prazeres Cardoso, confiou a missão de decidir se Adalberto Costa Júnior fica ou não na liderança da UNITA.

As eleições gerais em Angola serão convocadas em Maio. Até ao momento as principais forças políticas angolanas têm as suas direções eleitas em congresso, sem estarem validadas pelo Tribunal Constitucional.

 

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *